Escola inclusiva ensina que há mais semelhanças do que diferenças

Carteira com lápis sobre um caderno aberto; ao fundo, alunos sentados escrevendo e uma lousa (Adobe Stock)

O Bruno é um dos meus melhores e mais antigos amigos, daqueles que se tem uma história compartilhada. A gente se conheceu quando eu tinha oito anos e passei a estudar no Colégio Friburgo. Frequentava a casa dele e conhecíamos a família um do outro. A intimidade e o carinho são tão grandes que, sempre […]

Leia Mais