Trabalho de casa pode ser cômodo, mas amplia barreiras de acessibilidade

Um homem está sentado em frente a três telas de computador; a sua direita, uma criança em uma cadeira mais baixa que a dele, junto a uma escrivaninha com um ursinho; no lado direito da imagem há uma estante com livros coloridos (Adobe Stock)

Trabalhar de casa na pandemia significou para mim não encontrar mais pedras, buracos, degraus, rua para atravessar sem sinalização sonora, piso tátil mal instalado, lixeira e orelhão no meio do caminho até o trabalho. Além de terem sumido todos os roxinhos que costumo carregar nas canelas e nos braços, não é nada mal  ganhar um […]

Leia Mais